ILUSÕES PERDIDAS


Paulo Vargas, em sua página no Facebook

Pois é. O equívoco fundamental de muitas pessoas é o de que eleições resgatarão o Brasil do abismo em que foi lançado, digamos, a partir de 2013. São quase dez anos. E a esquerda, e o PT, teimam na ilusão de que aquele Brasil ainda existe em alguma “latência mágica”, que de repente transformará Macunaíma num Príncipe louro. Mas, infelizmente, não será nem de um modo, nem de outro: em dez anos perdemos Macunaíma para sempre – o louro e o negro que simbolizam a nossa mestiçagem, na visão de Mário Andrade.
O Brasil real de hoje é o Brasil da milícia, das igrejas pentecostais e dos clubes de tiro. Um país governado, na prática, pelo poder Judiciário e pela Polícia Federal. O Brasil de hoje é um país de toscos governado por toscos. E a ignorância, a tolice, o simplismo, o binarismo, típicos de um fundamentalismo religioso neo-cristão que ameaça a própria civilização, continuarão crescendo – independentemente do poder mágico que nossas exquerdas teimem em atribuir às eleições.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: